Dispositivos para Guardar Memórias

Devices to Save Memories

São Paulo, Brasil, 2018

Trabalho desenvolvido em colaboração com a artista Renata Chavs durante a residência artística "Quando Foi que a História Virou um Punhado de Cinzas?" promovida pelo Galpão Casa 1 em Setembro de 2018 em resposta ao incêndio do Museu Nacional, no Rio de Janeiro no mesmo mês. 

O que somos antes das nossas memórias? Que tipo de futuro pode ser construído a partir do apagamento delas? Quem são os curadores das memórias que são arquivadas, ou esquecidas? Dispositivos para Guardar Memórias é um trabalho de pesquisa acerca do papel das memórias para a construção do futuro. Dentro destes questionamentos as artistas trabalharam a coleta de pequenas memórias próprias e do público ao redor. Estas memórias se transformam em fósseis e são expostas em um pequeno Museu do Hoje, em um momento crítico e de profunda crise política e descaso dos aparelhos públicos no país.

Work produced in collaboration with artist Renata Chavs during the artistic residency "When Was the History Turned a Fistful of Ashes?" promoted by Galpão Casa 1, September 2018 in a response to the burning of the National Museum in Rio de Janeiro on the same month.

What are we before our memories? What kind of future can be build from the erasure of them? Who are the curators of memories that are to be archived, or forgotten? Devices to Save Memories is a research on the role of memories for building the future. Within these questions the artists worked through collecting their own little memories and of the surrounding public. These memories turn into fossils and are exhibited in a small Museum of the Today, during a critical moment and of deep political crisis and disregard of the public apparatuses in the country.

© Laís Catalano Aranha